Auto-estima: Modo como se enxerga define como você se sente, pensa e age

A manutenção de sua auto-estima é algo fundamental na vida de qualquer ser humano. O modo como você percebe a si mesmo tanto pode te libertar para viver seu pleno potencial em todos os aspectos como pode te aprisionar em um calabouço de vergonha e medo.

Por exemplo: a auto-estima feminina é muito afetada por o que espelho revela de seu corpo. Existem pessoas que sempre gostaram de praia e piscina, porém por causa de umas estrias aqui, celulites ali ou gordura localizada em alguma parte do corpo, deixam de se divertir enquanto a vida passa.

Se é o seu caso leia até o final pois tenho uma dica que vai te ajudar.

Veja a seguir 3 fatores essenciais que são influenciados diretamente pela sua auto-estima.

Pensamentos

O que você pensa de si mesmo é o alicerce das capacidades do ser humano. Se ele se olha no espelho e vê alguém fraco e digno de pena, ele vai buscar argumentos para defender esse pensamento, vai se sentir assim e vai procurar agir como tal até se parecer com alguém que pensa da mesma forma. O pensamento atrai seus pares. Quando parar para analisar as pessoas à sua volta serão aquelas que pensam de maneira muito semelhante a você.

Sentimentos

Uma vez que o pensamento negativo se instaura na mente de alguém ele dá vazão a sentimentos ruins. Se ela não combater esses maus pensamentos, ela vai começar a se sentir incapaz e infeliz. E isso vira uma bola de neve com o passar do tempo, culminando em um quadro depressivo.

Se a pessoa se acha feia, ela tem duas opções: a primeira é bem cômoda, se conformar com isso e escolher não fazer nada a respeito; a segunda é  tomar alguma atitude para mudar as coisas que estão no seu alcance.

Como se faz isso?

  • identifique seus pontos fortes e fracos;
  • priorize seus pontos fortes;
  • analise seus pontos fracos classificando-os de acordo com o nível de dificuldade enfrentada para alcançar uma mudança no item desejado;
  • foque naqueles pontos fracos que são mais fáceis de resolver;

Dessa forma, cada atitude de mudança vai melhorar significativamente a maneira como você se enxerga e isso vai te dar auto confiança para mudar cada vez mais coisas em sua vida.

Ações

Aqui é a a última estação até chegarmos ao nosso resultado. Depois de mudar nosso pensamento e nosso sentimento em relação a algum aspecto de nossa vida. Devemos traçar planos de ação que nos possibilitarão viver a mudança que tanto queremos.

De início defini-se um objetivo e um prazo para alcançá-lo. Depois dividimos na linha do tempo, o caminho em metas que nos levarão ao cumprimento do nosso objetivo. O que devemos fazer para transformar nossos objetivos em um número x de metas consecutivas que irão fracionar nosso objetivo, o tornando mais executável ao longo do tempo.

Antes disso devemos nos comprometer com a mudança e persistir em dar o nosso melhor nesse processo. As tarefas terão que ser feitas de forma consistente se quiser ver o resultado dentro do prazo. Cansaço e desânimo vão aparecer. É preciso estar preparado tanto para suportá-los quanto para superá-lo. Fracos são os que desistem. Poucos são os que chegam até o final. Mas esses são os que aumentam sua autoconfiança e alcançam o que muitos sonham alcançar.

Conclusão

Sendo assim, devemos ter equilíbrio na forma de pensar, sentir e agir de acordo com nossas percepções, expectativas e condições.  Pois isso afeta nossa auto-estima que em última estância influencia na nossa capacidade de realizar nossos sonhos e de buscar nossa felicidade.

Se você superestimar sua capacidade, não vai se esforçar ao máximo para conquistar a mudança que deseja e pode acabar se frustrando caso não consiga alcançá-la. Caso contrário, se acha que não tem capacidade suficiente para mudar as coisas que gostaria, esse pensamento, se alimentado pode vir a paralisar sua evolução naquele aspecto e te fazer desistir.

Como dizem por aí, a expectativa é a mãe da frustração, por isso não se deve alimentá-la em demasia. Ao mantê-la relativamente baixa, as chances de se surpreender são maiores.

A chave para a felicidade está no equilíbrio.

Dica Bônus: Para a mulherada que quer transformar seu corpo e consequentemente sua auto-estima, confiram o gel redutor de medidas que está ajudando milhares de mulheres com queimar gordura localizada de maneira fácil e simples.

Para mais informações acesse  http://acadadiamelhor.com

 

A importância da leitura no desenvolvimento humano

A história da humanidade se confunde com a história da literatura. Sem sombra de dúvidas a sociedade não seria o que é hoje se não houvessem grandes leitores e escritores que tivessem deixado o legado de suas descobertas em forma de livros para a geração futura. Estamos nos ombros de gigantes que fizeram a base para o conhecimento de tudo o que sabemos hoje.

Agora vamos entender os principais benefícios que a leitura nos fornece e como podemos tirar proveito desses fatos para aprimorarmos nossa mente em vários aspectos.

Desenvolve a mente

A leitura é um importante exercício para a mente. Com ela fazemos conexões que exercitam o cérebro e nos faz trabalhar habilidades com a fala, a escrita, a escuta dentre outras coisas. Descobrir o que o autor quis dizer e como aplicar isso em nossas vidas é algo que nos estimula a buscar soluções para nossos problemas e saciar nossa vontade de descobrir novidades.

Descobre novas coisas

O ser humano nunca se sacia de descobrir coisas novas. A curiosidades e a vontade de adquirir conhecimento sobre algum assunto nos impulsiona a pesquisar. Pode perceber que todo entusiasta de algum determinado assunto não se cansa de ver variações, diferenças e semelhanças de seu objeto de estudo ou admiração.

O viajante não se cansa de conhecer lugares novos. O cozinheiro está sempre em busca de uma receita nova com uma combinação de ingredientes diferentes. E o leitor está sempre pesquisando o próximo livro que vai o ajudar a descobrir alguma coisa nova.

Estimula a imaginação

O simples fato de ler nos remete ao lugar, à história contada, ao cenário onde ocorreu e nos fatos inseridos na narrativa. Nossa imaginação trabalha o tempo todo. Nosso cérebro está fazendo ligações novas a cada linha que lemos. E essas ligações fazem com que sejamos capazes de imaginar coisas novas e interessantes que nos ajudarão a resolver assuntos cada vez mais diversos e complexos.

A imaginação é como um “músculo” que quando exercitado de forma correta nos expande nossos horizontes de forma surpreendente. Temos a tendência a trazer à realidade aquilo que imaginamos. Artistas, Escritores, Cineastas, Escultores e principalmente empreendedores geralmente possuem uma imaginação muito fértil.

Por isso as escolas buscam sempre as maneiras mais eficazes de estimular as crianças a ler livros. Dentre os vários pontos positivos a imaginação é sem dúvidas um fator que pesa muito na formação cognitiva infantil.

Otimiza o nosso lado criativo

Existem habilidades que são inatas, e vem de fábrica no cérebro de alguns. Tem várias outras que podemos desenvolver de várias formas. A prática da leitura está intimamente ligada à imaginação e a criatividade. A capacidade de criar, inventar e inovar deriva da ação de enxergar as coisas de uma maneira diferente. Os livros nos fazem imaginar diferentes formas para um mesmo objeto, situação, cenário, personagem. Quando nossa mente tenta construir a imagem da narrativa estamos criando a nossa própria imagem sobre aquele fato. Por isso a leitura estimula e otimiza a criatividade.

Esse exercício nos ajuda a encontrar soluções que não seriam possíveis para mentes que não buscam criar suas próprias imagens com frequência, antes se contentam em receber as imagens prontas através de celulares, tablets, TV, dentre outros dispositivos que não estimulam tanto nossa criatividade com os bons e velhos livros.

Por fim, espero que tenha conseguido passar um pouco da importância de manter seu cérebro trabalhando sua imaginação, curiosidade e criatividade a fim de poder buscar as respostas para as mais complexas perguntas que só você pode responder a si mesmo.